Consumo exagerado de memória RAM



  • Ao abrir o navegador como sempre faço dou uma olhada em sites "convencionais", costumo abrir 3 abas normalmente fazendo isso tenho notado um consumo digamos "alto" de Memória RAM e ao mesmo tempo de disco ficando entre 99 e 100%... O que posso fazer pra estabilizar esse consumo? :huh: [attachment=4705]memoriaram.png[/attachment] [attachment=4706]ram[2].png[/attachment] Attachments: [img]https://forum.vivaldi.net/uploads/attachments/84521/memoriaram.png[/img],[img]https://forum.vivaldi.net/uploads/attachments/84521/ram[2].png[/img]



  • Esse parece ser um problema crônico do Vivaldi… Também tenho problemas com isso há séculos e já tentei tanta coisa e nada... E na maioria das vezes o conjunto de abas que está com consumo alto de memória está meio que em "stand by". Então eu vou lá, seleciono as abas respectivas, espero elas recarregarem ou recarrego manualmente mesmo e o consumo cai... Em 90% dos casos isso dá certo, mas ultimamente tem falhado...

    Uso o Viv x64 no Win10 x64.



  • Posso dizer que sou um "desenvolvedor inciante", tenho testado muitos navegadores muitos mesmo e depois de usar FIREFOX, CHROME, OPERA e ainda o BRAVE algo me puxou para o Vivaldi, porém principalmente na versão para 64bits o navegador tem sofrido com os mesmos problemas que o Google Chrome se tratando de Memória RAM, CPU e Consumo de Bateria respectivamente… :dry:



  • Infelizmente é verdade. Essa reclamação é constante no blog dos desenvolvedores e teve gente que já desistiu do Vivaldi por isso… Mas ainda dá pra suportar apesar dos apesares... Só que das snapshots do 1.5 pra cá, meu Vivaldi vem fechando do nada quando fecho as abas e até agora nada de conserto…

    Como tá muito constante, tô considerando voltar pro Chrome mesmo e tô testando o Maxthon e gostando demais. Muito versátil. Inclusive o lance de mutar as abas com áudio veio dele. Vou esperar esse próximo build estável somente, senão vou dar um tempo no Vivaldi…

    Pelo que muitos comentam lá no Dev Blog, o que pega é justamente a porcaria do Chromium… mas, bem, vamo vê o que nos espera...


  • Moderator

    Todo derivado do Chromium code "herda" esse consumo de RAM.

    @CptGuapo:

    …...Vivaldi vem fechando do nada quando fecho as abas e até agora nada de conserto...

    Talvez ajude: https://vivaldi.net/en-US/forum/archives-pt/13104-vivaldi-backup-como-salvar-suas-preferencia-guia-nao-oficial



  • Todo derivado do Chromium code "herda" esse consumo de RAM.

    Verdade, lamarca. A galera comenta isso sempre no Dev Blog

    Talvez ajude: vivaldi.net/en-US/forum/archives-pt/1310…cia-guia-nao-oficial

    Faço isso sempre também, lamarca. Aprendi com você, inclusive, num tópico passado. Ele resolve algumas coisas realmente, mas esse do fechamento das abas causarem o crash do Vivaldi, tá cruel… Tem a ver com a barra de abas pois acontece mais frequentemente quando fecho clicando com o mouse. Aí a barra de abas estica pra direita exageradamente e o navegador fecha. Testei também fechando via atalho de teclado e, apesar de não acontecer o esticamento (pelo menos não perceptivelmente), uma hora ou outra ele fecha… :angry:

    Tá difícil... :unsure:



  • @lamarca:

    Todo derivado do Chromium code "herda" esse consumo de RAM.

    @CptGuapo:

    …...Vivaldi vem fechando do nada quando fecho as abas e até agora nada de conserto...

    Talvez ajude: https://vivaldi.net/en-US/forum/archives-pt/13104-vivaldi-backup-como-salvar-suas-preferencia-guia-nao-oficial

    Por que não considerar a troca do Chromium, já que você mesmo disse que isso é um tipo de "herança"…?



  • Por que aí já daria uma bocado de trabalho já que o Chromium é o "esqueleto" do navegador… Mas seria uma boa sim numa situação ideal...

    O irônico é que desisti do Opera quando virou "Chropera" mas aceitei o Vivaldi... :P Porém é claro que quando vi que o Jon von Tetzchner era o cara por trás disso, aí fiquei balançado...



  • @CptGuapo:

    Por que aí já daria uma bocado de trabalho já que o Chromium é o "esqueleto" do navegador… Mas seria uma boa sim numa situação ideal...

    O irônico é que desisti do Opera quando virou "Chropera" mas aceitei o Vivaldi... :P Porém é claro que quando vi que o Jon von Tetzchner era o cara por trás disso, aí fiquei balançado...

    Por que tem vários "motores" alternativos ao chromium esse que por sua vez ao longo das atualizações do próprio navegador do Google vem apresentando problemas com desempenho de RAM e CONSUMO DE BATERIA… Não seria uma boa usar a engine do firefox (Gecko) ou a antiga engine do Opera (Presto)?


  • Moderator

    Vários, é um exagero. Existem apenas 5 engines:

    EdgeHTML
    Utilizado pelo Microsoft Edge, roda apenas em Windows e, até onde lembro, apenas em Apps da loja do Windows. É de código fechado e proprietário

    Gecko
    Utilizado pelo Firefox, migrou para um sistema de múltiplos processos e hoje praticamente tem os mesmos problemas de memória do Chrome.

    Blink
    Utilizado pelo Chrome, um navegador proprietário baseado no projeto open-source Chromium. Simplesmente um _fork_¹ do WebKit. Quando o desenvolvimento do Vivaldi começou o time optou pelo Blink por ser mais rápido e ter mais utilizadores e desenvolvedores quando a escolha foi feita.

    WebKit - Utilizado pelo Safari, já foi utilizado pelo Chrome até o _fork_¹ para a Blink, ainda é praticamente igual o Blink e logo tem a mesma performance ruim. Também é um _fork_¹ de outra engine, a KHTML. Principal problema é ser desenvolvido pela Apple que ignora problemas fora do MacOS e fica criando padrões web proprietários na esperança de que alguém um dia use.

    KHTML - Utilizado pelo Konqueror e outros projetos da KDE. Tecnicamente roda além do Linux, mas não é realmente testado fora do Linux. Também não é tão maravilhoso em relação a performance, mas acredito que deva ser o mais rápido, mas o desenvolvimento é mais lento e tem muito pouca utilização.

    Os mortos:
    Presto
    Utilizado pelo Opera até a versão 12, oficialmente morto e substituído pelo Blink. Código fechado pertencente a Opera.

    Trident
    Utilizado pelo Internet Explorer, oficialmente morto e trocado pelo Edge. Também de código fechado e proprietário.

    Tasman
    Versão do Trident para Mac, utilizado pelo Internet Explorer para Mac, oficialmente morto a muiiiiiiitos anos. Código fechado e proprietário.

    Outra coisa que vejo é a confusão que as pessoas fazem com os nomes e o que são. O Chromium não é exatamente uma "engine", mas um navegador open-source que utiliza as engines Blink, que renderiza o markup (HTML, SVG, etc), e V8, que executa os códigos JavaScript.

    O mesmo ocorre com os outros navegadores:
    Firefox: Gecko e SpiderMonkey
    Safari: WebKit e Nitro
    IE: Trident e Chakra
    Edge: EdgeHTML e Chakra
    Opera: Presto e Carakan

    Enquanto é tecnicamente possível modificar as engines do navegador por outras, isto é um processo tão complicado que é impraticável. Chromium, Blink e V8 são como um só e são desenvolvidos em conjunto para funcionarem juntos. Navegadores que tem opções para trocar a engine sob demanda normalmente carregam outros problemas e são feitos em códigos independentes e dificilmente conseguem se utilizar de funções de suas engines para si.

    A interface do Vivaldi é feita com a Web e logo permite uma troca mais fácil, mas mesmo assim a mera diferença de renderização entre as engines Gecko e Blink já podem ser suficientes para criar vários problemas. E como dito, isto é apenas a interface, um navegador é mais que só uma UI. Adicione as funções JavaScript específicas, as APIs específicas, toda a organização dos arquivos, os métodos de acesso e por aí vai.

    Uma mudança deste nível só será vista se aparecer algo extremamente melhor que o Chromium.

    ¹ Quando um projeto/código fonte é copiado para outro local e se torna independente do original. Mais na Wikipédia



  • Felizmente eu não sou o único que tem notado isso. Pardon if my portuguese isn´t good. Pero se que en español lo van a entender, en todas las comparaciones que he hecho (IE, FF, Slimjet y Chrome) Vivaldi, lamentablemente, es el que consume más RAM.

    :(



  • @jogicam:

    Felizmente eu não sou o único que tem notado isso. Pardon if my portuguese isn´t good. Pero se que en español lo van a entender, en todas las comparaciones que he hecho (IE, FF, Slimjet y Chrome) Vivaldi, lamentablemente, es el que consume más RAM.

    :(

    Aqui vai só um exemplo do que estou tentando trazer meio que "atona" esse problema "crônico" que a engine do Google traz :

    [attachment=4806]vivaldi.png[/attachment]

    Acima está mostrando o "básico" assim por dizer que a maioria dos usuários passam na maioria das vezes navegando por esses sites. Pode ser que em alguma máquinas com Hardware superior a minha isso não se note com frequência, o resultado varia de máquina para máquina.. Porém ressalto que na minha opinião a imagem por si só, mostra uma coisa meio que "alarmante" para a equipe Vivaldi.
    Attachments:





  • @CptGuapo said in Consumo exagerado de memória RAM:

    Faço isso sempre também, lamarca. Aprendi com você, inclusive, num tópico passado. Ele resolve algumas coisas realmente, mas esse do fechamento das abas causarem o crash do Vivaldi, tá cruel… Tem a ver com a barra de abas pois acontece mais frequentemente quando fecho clicando com o mouse. Aí a barra de abas estica pra direita exageradamente e o navegador fecha. Testei também fechando via atalho de teclado e, apesar de não acontecer o esticamento (pelo menos não perceptivelmente), uma hora ou outra ele fecha… :angry:
    Tá difícil... :unsure:

    Eu só uso a versão estável. Mas, fico imaginando se parte disso não seja problema do mouse no Windows. A Ms tá doidinha para que todo mundo passe para o modo Tablet e ela finalmente faça o que quis fazer com o win 8. Meu mouse usb acho que vou ter que trocá-lo, ele que funcionava tão bem no 7.
    Aqui na estável, há diversos problemas de o navegador saltar de maximizado para a tela abaixo (a que é redimensionável) e vice-versa. Isto, eu reduzi o efeito, redimensionando a tela redimensionável para pouco menor do que a maximizada. Quando o navegador salta (acho que a culpa principal é do mouse), ele vai para apenas um tamanho pouco menor não causando tanto incômodo assim. Nunca fechou.

    Também o modo com que configurei o sistema Windows: configurar > sistema > multitarefas > ajustar > ativando todas as quatro opções desse item. Melhorou muito a partir daí.

    Uma pergunta, feita porque não gostaria de ver um ex-colega do My Opera abandonando o Viva,: não dá para você usar para sua navegação comum a versão estável e só usando a snapshot de vez em quando, testando se vai melhorando?
    Não há razão para encostar o Viva, se a estável estiver funcionando bem para o uso prático. A versão snapshot é, em parte significativa, para testar e ocorrência de problemas faz parte do métier.





  • Se acostumem com isso. Não é só questão de navegadores. Os próprios sites estão cada vez mais "pesados".
    O Vivaldi tem um consumo muito alto mesmo, mas suas funções compensam. O jeito é ter, no mínimo, 8 GB de RAM.



  • Bem, o Vivaldi desde dos primeiros changelogs é cheios de "Regressões" e não regressões de bugs do próprio Vivaldi em si, mas sim para torná-lo compatível com o Chrominium (ou seria o inverso?), então a cada versão nova do Chrominium, temos inúmeras "Regressões" para corrigir isso, algo que não se encontrar nesse nível em nenhum navegador derivado deste.


  • Moderator

    Todo software tem regressão, uma alteração interferiu no que estava funcionando. Não estou quantificando nada.

    @Havokdan

    | .... Vivaldi em si, mas sim para torná-lo compatível com o Chrominium

    O Vivaldi não foi criado do zero, ele usa o top do Chromium para construir o próprio browser.



  • A memoria eu ate entendo mas o consumo da CPU quando carrega uma pagina ta muito alta.


  • Moderator

    @Mioni

    o consumo da CPU

    yes! essa é a minha maior queixa.
    aumenta a temperatura de tudo, HD, os Cores, Mobo, o cooler roda mais rápido.


Log in to reply
 

Looks like your connection to Vivaldi Forum was lost, please wait while we try to reconnect.